quarta-feira, 2 de abril de 2014

O leite

meu seio
secou do seu leite
na sétima lua
não posso molhar o chão
os monas 
nem o capim.

a catana que deixaste sem fio
ficou viva nas minhas mãos

ganhou bainha
na pele do meu peito
do lado do coração.

Paula Tavares


Sem comentários: