segunda-feira, 17 de março de 2014

Jacarandá roxo

jacarandá roxo
cuidado
olho de mocho chocho
que se atreve
no lusco-fusco
leve
a não te ver.

jacarandá roxo
na curva da estrada
inclinada
marcha de teimosia
descida que parecia
depois do chorar
agora para cima
num céu por asfaltar.

(bem te dizia dia
do mês flor
guardo-te sempre
pétala bandeira
começo de um amor)

deixa-me abrir as mãos
aqui em baixo
pétala
no chão
na curva da estrada
inclinada
contra senão.

Manuel Rui

Sem comentários: