sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Só me restam

e agora só me restam
os poetas gregos.
o silêncio diz – esquece.
e o espinho da rosa enterrado no peito
é meu.


os deuses não assistiram a isto.


Alexandre Dáskalos

Sem comentários: