sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Entardecer em Benguela

em benguela, ao entardecer,
quando o sol - pitanga rútila -
se suspende sobre o mar
e a praia morena
se espreguiça
ansiando o luar
alda lara vem,
coroada de buganvílias vermelhas,
semear múcuas de sonhos
sobre a terra tão amada...
sonhos que são veludo negro
pintados de estrelas:
olhos - diamantes - leopardos...

Namibiano Ferreira

2 comentários:

Majo disse...

UM POEMA BELO E SOBERBO!

Obrigada pela partilha.

Majo Dutra disse...

~~~
B E L Í S S I M O !
~~~~~~~~~~~~~~