sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Elementos para um poema

a poesia me chama

sangue de coca-cola
lembrança de coxas abertas
aveludadas

guerra guerra
espreitando atrás da nuca

duas crianças de
olhos vivos esperançosos
- minhas filhas tão doces

promessas delirantes de amor

o meu amor ama
o meu falo

eu amo os meus amores
todos

amigos – onde
é a farra?

carcamanos filhos
da puta

um país enorme exangue
(ah mas hei-de senti-lo pulsar
nos campos e nas estradas)

agora a poesia me chama
- e sem saber pra onde

eu vou


João Melo

Sem comentários: