sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Passeios

conheço as canções que o deserto desconhece.
bebo nas minhas mãos a imagem do deserto.
sinto-me torturado nas curvas do  deserto
onde vejo os barcos do planeta escamoso.

todas as minhas canções crepitam nos barcos.
todas as vozes concentram-se no meu sangue.

e o sangue para lá dos oásis do deserto
lembra os passeios sensuais dos meus olhos.

João Maimona

1 comentário:

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Joao Maimona, um dos meus preferidos

Kandandu