segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Promessa


quando a voragem tiver passado
e em nossos olhos enxutos
sentirmos um frémito de esperança

quando a voragem tiver passado
e as faces à nossa volta
espelharem sorrisos francos

quando nos bairros apinhados
o ar outrora nublado
se encher de coros alegres

então
em madrugada serena
pelas ruas sossegadas
iremos de mãos dadas
livremente
ver as flores desabrochar.

Jofre Rocha

Sem comentários: