quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Viagem

preparei-te na pedra da casa
asas do pássaro kalulu
com pedaços de árvores destroçadas pelos raios
e resina quente.
chamei a metade gémea do espírito
para te passar remédios
da cabeça até aos pés.

no fundo de meu corpo perfeito
escondi
pedaços de argila e feitiços fortes.

em cada uma das doze cabaças da origem
deitei o vinho dos votos
um pano novo da costa
três missangas azuis
e cera da colmeia menor.

todos os dias conservei aceso o fogo sagrado
na hora dos fantasmas
o vento diz-me a tua voz
é a voz das viagens
sem regresso.

Paula Tavares

Sem comentários: