sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Noite linda

não soube com certeza o que dizia
quem afirmou que a noite é sempre feia!
é sempre bela, a noite que anuncia
o fim dum dia triste que se odeia!
é feia a que sucede ao belo dia
risonho e que não sai da nossa ideia!
que traz consigo a dor da nostalgia...
a que a alma afeita, a sós pranteia!

mas porque encontro em ti, a noite linda?...
tão linda como a luz da lua infinda,
cercada de estrelinhas, na amplidão?

é porque muito alto junto a deus
diviso a meiga luz
dos olhos teus...
que torna clara, a meiga escuridão!

Maria Joana Couto

Sem comentários: