sexta-feira, 15 de junho de 2012

Pelo sol que faz

pelo sol que faz
na noite
de azul
se afogará quem não sabe nadar
do tiro
não é o estrondo que mata
e o odor a pólvora não atrai abelhas
a morte é muda
e livros não sabem ler
cacos do arco-íris
são teus olhos
e pra chorar
eles não roubam a água das cacimbas
pela noite que faz
no sol
de redondo
se queimará quem não sabe dançar

Arlindo Barbeitos

Sem comentários: