sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

ciências naturais

como as marés, o sangue, passivo, flui:
apelo e repulsa de astro ignoto,
metade na escuridão amortalhado...

a carne, pelas quatro estações pautada,
mundo vegetal na flor e fenecer,
poderá vingar noutro fruto bichado.

e os ossos - que sirvam para o sábio,
perplexo, no futuro, desenterrar...
e o menino, na escola, decorar!

Tomaz Kim