sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Longe-longe

as ondas batem
nas praias lá longe-longe...

e os salpicos
das ondas lá longe-longe
alagam as praias de todo o mundo...

e num segundo,
as ondas lá longe-longe
são espelhos de água a brilhar
nas praias de todo o mundo...

Lília da Fonseca

Sem comentários: