quarta-feira, 15 de junho de 2011

Vozes no silêncio

longos desertos
planos incertos,
perdem-se os olhos
na escuridão!

e pelo espaço
voam suspensas
vozes perdidas
na solidão

Maria Joana Couto

Sem comentários: