quarta-feira, 1 de setembro de 2010

A noite já não conta missossos

a noite
já não me conta missossos
com que dantes me encantava
nem propõe jinongonongos
à minha adivinhação.



o vento
não é a voz dos cazumbis.



a chuva
não é o pranto dos deuses mortos
trovejando na sanzala.



a lua
não é o feitiço branco
para além do milongo do quimbanda.



agora os homens constroem
com artifício a noite, o vento, a chuva, a lua,
edificando o mundo
sobre os destroços
do espírito dos meninos.



a noite
- a velha avó negra -
já não conta missossos nem propõe jinongonongos
aos monandengues deste mundo.



Geraldo Bessa Victor

Sem comentários: