domingo, 1 de agosto de 2010

A poetisa e líder revolucionária angolana, Deolinda Rodrigues de Almeida, trocou correspondência com Martin Luther King, nos finais dos anos 50.
O Jornal de Angola publica uma carta, agora descoberta, do reverendo para a angolana, então jovem estudante no Brasil.

2 comentários:

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Amigo Kinaxixi
Um dia destes levo este artigo para o meu blog.
kandandu poético

kinaxixi disse...

Esteja à vontade.
um abraço