segunda-feira, 3 de maio de 2010

Noite escura

sobre a curva do rio cuanza
o sol mergulha
vermelho
recortando no horizonte sombras de palmeiras

ai, é tão triste a noite sem estrelas!

um dia
o meu sol caiu no mar
e me anoiteceu

um dia começou uma noite sem estrelas.

mas na noite escura
os corações se erguem

ah!é tão alegre a madrugada!

Agostinho Neto

Sem comentários: