quarta-feira, 25 de novembro de 2009

3ª Canção de amor

1 – noite do nosso casamento
as estrelas vestidas com a pele dos teus seios
entornam nos caminhos do vento
o imbu dos tundanda
esvaziando as barrigas inúteis
Nzambi-ikola

os pássaros trazem nos seus ventres
abertos pelos crocodilos
o teu pano de kakulakaji e o meu lusselu
e cantam na voz seca dos veleiros
Nzambi-ikola

as vísceras das serpentes cobrem os céus
com a esponja das sombras
no mulemba do nosso diembu
Nzambi-ikola

nas águas e a força dos antepassados
enche as florestas com presságios
nos mastros dos desejos
Nzambi-ikola

2 – noite do nosso casamento
lavei meu corpo com água de folhas de imbondeiro
pus nos meus olhos os diamantes do teu uanga
e nas minhas mãos os nevoeiros das montanhas
para encher as cabaças de muanza

com a minha azagaia
furarei a corolas das abelhas
para encher de mel e sol
a quinta que levo para ti

e na esteira que te ofereci
para a nossa noite primeira
coloquei a tua missanga do kussukula-kikumbi

nela vamos tecer com o sangue dos bovídios
o poema-diamba do nosso amor
no afago do sexo

Samuel de Sousa

Sem comentários: